quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

O Senhor Mestre Artur, por Bárbara Borges, óleo sobre tela, Coimbra - 2006.


3 comentários:

Azul disse...

Me ha gustado tropezar con tu espacio lleno de vida y arte...

Bikos!

carlos disse...

lindo.simples mas com um traco muito proprio

Anónimo disse...

boas,só quero expressar a minha admiração por estes tipos de blogs,ver um (a) artista a trabalhar sem motivação monetária,é do melhor que se pode ver a nivél de arte.
Eu espero que seja o caso,porque esta obra é muito boa.
Quero desejar muito trabalho a sete(a) artista.

Cyrano de Bergerac

Cyrano de Bergerac
Eugénio Macedo - 1995

TANTO MAR

A Cristóvão de Aguiar, junto
do qual este poema começou a nascer.

Atlântico até onde chega o olhar.
E o resto é lava
e flores.
Não há palavra
com tanto mar
como a palavra Açores.

Manuel Alegre
Pico 27.07.2006