sexta-feira, 23 de novembro de 2007

PORTO DE MAR, por Eugénio Macedo, 1996 - óleo sobre tela.

4 comentários:

Lúcia disse...

parabéns Zé Manel :)

Lapa disse...

Já tinha saudades, obrigado.

Lumife disse...

Uma visita para actualizar leituras.


Bom fim de semana


Abraço

vermelhinha disse...

Adoro pintura a óleo.
Obrigada pela visita ao meu diário.
Beijinho e parabéns pela tela.

Cyrano de Bergerac

Cyrano de Bergerac
Eugénio Macedo - 1995

TANTO MAR

A Cristóvão de Aguiar, junto
do qual este poema começou a nascer.

Atlântico até onde chega o olhar.
E o resto é lava
e flores.
Não há palavra
com tanto mar
como a palavra Açores.

Manuel Alegre
Pico 27.07.2006