terça-feira, 13 de novembro de 2007

EUGÉNIO MACEDO ESCULPINDO O SANTO ANTÓNIO, NUM TERRENO EMPRESTADO, NO SOITO SABUGAL, 1996 - MAIO.

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AS AMPLIAR

Nos próximos dias publicarei pinturas de Eugénio Macedo inspiradas em textos da obra de Cristóvão de Aguiar, e não só, que lhe li, sentados ao lume, em serões de frio, arte e sonho.

2 comentários:

redonda disse...

Gostei das pinturas e vim avisar que vou "linká-lo" para ser mais fácil voltar...

Arte disse...

very interesting au usual! thanks for your comment!

Cyrano de Bergerac

Cyrano de Bergerac
Eugénio Macedo - 1995

TANTO MAR

A Cristóvão de Aguiar, junto
do qual este poema começou a nascer.

Atlântico até onde chega o olhar.
E o resto é lava
e flores.
Não há palavra
com tanto mar
como a palavra Açores.

Manuel Alegre
Pico 27.07.2006